Casamento Comunitário oficializa união de 128 casais em Valadares

  • 27 de novembro de 2017

Com sorrisos largos o aposentado David dos Santos, de 63 anos, e a dona de casa, Hilda Pereira Santiago Santos, 55, entraram juntos no Plenário da Câmara Municipal para oficializar a união que já dura mais de três décadas. Emocionados, parentes e familiares fizeram questão de acompanhar a celebração. “Sonhávamos com esse dia há mais de 33 anos, quando começamos a namorar. Da nossa relação nasceram nossos dois filhos e quatro netos”, relembra orgulhosa a dona de casa.

Ao lado de Hilma e David outros 127 que se inscreveram no Programa Casamento Comunitário transformaram, na manhã do último sábado, a união estável em casamento. O evento é uma iniciativa da Câmara Municipal, em parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).  Somente esse ano, o programa contemplou mais de 300 casais em Valadares, com a iniciativa gratuita. Os beneficiados economizaram cerca de R$ 500 com o não pagamento das taxas de serviços dos cartórios.

Presidente da Câmara Municipal de Valadares, Paulinho Costa e o juiz de Direito Roberto Apolinário

“O Casamento Comunitário é um dos projetos desenvolvidos pela Mesa Diretora da Casa para o biênio 2017/2018, e tem por objetivo promover a regularização jurídica de casais, que ainda não têm a união oficializada, legitimando a vida conjugal, promovendo a inclusão social e resgatando, entre outros, a autoestima”, disse o presidente da Câmara Municipal, o vereador Paulinho Costa.

Ampliação

Lançado em 2013, este ano a Câmara Municipal ampliou o programa, levando para diversas regiões da cidade do projeto. O objetivo é proporcionar a regularização gratuita de todos os direitos civis e sociais possíveis a partir de uma união civil, além de fortalecer os vínculos familiares.