Paulinho Costa pede a inclusão de Valadares no Programa Cidades Sustentáveis

  • 29 de novembro de 2017

Em reunião com o prefeito André Merlo, no início da tarde desta quarta-feira (29/11), o Presidente da Câmara Municipal, o vereador Paulinho Costa, sugeriu ao chefe do executivo a participação de Valadares no Programa Cidades Sustentáveis. De acordo com o parlamentar, o objetivo da plataforma é sensibilizar, mobilizar e oferecer ferramentas para que os municípios se desenvolvam de forma econômica, social e ambientalmente sustentável.

“Recentemente estive em Poços de Caldas e participei de uma apresentação sobre o programa, na qual a cidade do Sul de Minas faz parte e que caminha a passos largos. A ideia é que a proposta faça parte também da nossa administração pública, criando metas a cumprir e indicadores importantes a serem conquistados”, disse Paulinho Costa.

Programa Cidades Sustentáveis

O Programa Cidades Sustentáveis é uma iniciativa lançada no Brasil em 2011, por três organizações da sociedade civil brasileira: a Rede Nossa São Paulo, o Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e a Rede Social Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis.
Tem como objetivo mobilizar e oferecer ferramentas para que as cidades se desenvolvam de forma socialmente justa, ambientalmente correta, economicamente viável e culturalmente aceito – patrimônios multidimensionais da sustentabilidade.

Este programa tem a prioridade em implementar e municipalizar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) ou “Agenda 2030” no Brasil. Os ODS reúnem 17 macro objetivos e 169 metas a serem implementados em nível municipal e regional aprovados em setembro de 2015 pela Assembleia Geral da ONU.

Estruturado em 12 eixos temáticos, o programa incorpora de maneira integrada as dimensões social, ambiental, econômica, política e cultural, além de oferecer aos gestores públicos uma completa agenda de sustentabilidade urbana – a Plataforma Cidades Sustentáveis.

O Programa Cidades Sustentáveis conta atualmente com 284 municípios signatários, entre eles 22 capitais e o Distrito Federal.